MoGLI

saura
ritualperformance
 

 


Brasileire, nômade, atualmente residindo em São Paulo.

Pãe de matilha, performer, cantore, compositore,
escritore, permacultore e instrutore de yoga.

Experimenta e investiga intervenções em espaços urbanos desde 2006, partindo das fronteiras arte e vida, loucura e crime - e suas relações categórico-estruturais envolvendo raça, gênero e classe.

Integrou o corpo de iniciativas coletivas como Coletivo Coiote, Anarcofunk, e NúcleodeCaos.

Em 2020, está lançando seu primeiro EP com o Anti-Projeto Anarco Fake.

Iniciou-se na Dança Butoh em 2011, e, desde 2013, apresenta performances-rituais e conduz vivências de Kaos Butoh.

Em 2017, começou a elaborar a noção de ecologia-interseccional na qual localiza ,em processo cartográfico, práticas como permacultura, agroecologia e ecosofia como elemento base de diversos movimentos
artísticos, anticapitalistas, marginalizados e dissidentes. Essa cartografia será lançada esse ano em seu primeiro livro chamado Modos Artísticos Em Intersecções Ecológicas: Eco-Monstruosidades Pelo Fim do Mundo-
Humano, Entre Povos Originários e Grupos Dissidentes.

 
 

ENTRE EM CONTATO