ARTISTA DA FOME

Em processo experimental.

Se nutre nas margens.

Cria na crise, afim de descobrir o Um Tempo-Espaço Outro, para além da sobrevivência.

Vagando entre ruínas (história-não-branca) , pelas ruas (geografia-do-colapso), revirando lixo (recurso-natural) e dormindo no mato (potência-absoluta) encontra força ancestral para ritualizar a re-existência - atualização da selvageria anticivilizatória, subjetividade nômade, gênero-dissidência, monstruosidade, inumanidade e cura.

Deixa rastros de sua secreção estética sob forma de composição, performance-ritual e musica.

 

Tendo como ponto de partida a contracultura e a antiarte como referência biologica se faz conhecer por suas composições e gravações dentro do coletivo Anarcofunk e pelas performances-rituais em Kaos Butoh.

Da palhaçaria à pós-pornografia. Da arte mambeibe à body arte. Do funk carioca à musica artesanal campesina mexicana. Do butoh ao swing de fogo. Do terror ao amor.    

 
 

ENTRE EM CONTATO

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now